Estatísticas de Segurança Pública do Pará

 

 

Presos dois sequestradores de filho de empresário de Santarém

Voltar

Agência Pará de Notícias

Operação conjunta das polícias civis do Pará e do Amazonas, com apoio da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) do governo amazonense, resultou, na manhã desta quarta-feira (16), em Manaus, nas prisões de dois homens que participaram do sequestro do filho de um empresário em Santarém, oeste do Pará. Os primos Railson Paiva Mendes e Oséias Nunes Paiva, paraenses, foram presos na casa de familiares, na periferia da capital do Amazonas, por volta de 9h30.

Os dois estão com mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça, acusados de participação efetiva no sequestro. Um dos presos, Oséias Paiva, é ex-funcionário do empresário e conhecia toda a rotina da família da vítima. As buscas aos criminosos foram coordenadas pelo delegado André Costa, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), do Pará, em conjunto com policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), do Amazonas.

Os presos foram levados para a sede da Seai para serem ouvidos em depoimento. Eles serão transferidos nesta quinta-feira (17) para Santarém, durante a manhã, para serem apresentados ao presidente do inquérito, delegado Sílvio Birro Duarty Neto. Segundo André Costa, ambos são naturais de Santarém, mas vivem desde a infância em Manaus.

Oséias trabalhou com o pai do rapaz sequestrado em uma das empresas dele, em Santarém. Ele foi demitido em junho do ano passado. O empresário é do setor farmacêutico, com negócios em toda a Amazônia Legal. A vítima, que passou 15 horas nas mãos dos sequestradores, fugiu, na manhã do último dia 4, do cativeiro. O resgate exigido pelos criminosos, no valor de R$ 2 milhões, não foi pago pela família.

O empresário foi sequestrado em Santarém, na tarde do dia 3. Ele foi abordado enquanto dirigia o carro da irmã. Os sequestradores passaram a fazer as negociações com a família para pagamento do resgate. Ao sair de casa, entre 15 e 16 horas, ele foi levado por homens armados. A casa que serviu de cativeiro ficava no conjunto da Cohab, em Santarém.

Os sequestradores usaram o telefone celular da vítima para manter contato com a família. As investigações policiais ocorreram visando à preservação da vida do jovem. A quantia inicial exigida foi reduzida para R$ 500 mil durante as negociações. A Polícia Civil continua as investigações.

Texto:
Walrimar Santos - Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com

Polícia Civil do Estado
Av. Governador Magalhães Barata, nº 209. Bloco C. Bairro: Nazaré - Belém - Pará. CEP: 66040-903
Fone: (91) 4006-9094 / 3223-2963
Site: www.policiacivil.pa.gov.br Email: gabinetepcpa@gmail.com / delegadogeral@policiacivil.pa.gov.br 

 

Pro Paz

 

 

Disque Denuncia

 

expresso pará - webmail

 

 

Copyright 2014 SEGUP - Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

Endereço: Rua Arciprestes Manoel Teodoro, 305 - Batista Campos - Belém PA, CEP: 66023-700

Fone: (91) 3184-2525, (91) 3184-2555, (91) 3184-2500

Fax: (91) 3225-264

E-mail:segup.pa@gmail.com

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível